Parabéns por possuir uma ideia de negócios que vale a pena compartilhar com todo o mundo. Ser dono de uma empresa é um desafio, mas é a melhor segurança de emprego que qualquer um pode possuir.

Se você quer que um negócio de sucesso dure, você deve criar uma estratégia de crescimento contínua. Fazer o marketing da sua marca é a forma mais inteligente de atrair novos clientes e construir fidelidade.

Em uma pesquisa para pequenas empresas, o Quickbooks descobriu que:

  • 46% dos proprietários de pequenas empresas dizem que o primeiro ano foi o mais difícil.
  • 65% dos proprietários de pequenas empresas desejavam gastar mais tempo e dinheiro em marketing.
  • Em torno de 67% admitiram que fariam um melhor plano de negócios.

Um bom plano de marketing pode te ajudar a alcançar os clientes certos e expandir o seu negócio. Ele também é uma forma de medir seus esforços, dessa forma você não gasta recursos à toa.

Algumas vezes, um produto é uma boa ideia, mas não existe pessoas suficientes para comprá-lo.

Fazer uma pesquisa pode te ajudar a descobrir que tipo de pessoas gostariam do seu produto. Dessa forma, você pode descobrir se um modelo de negócios é rentável antes de fazer um grande investimento.

O que é um plano de marketing?

Um plano de marketing é um apanhado das suas ideias para promover seu negócio e produtos.

O objetivo é pensar formas de se conectar com clientes em potencial e deixá-los maravilhados com a sua marca. Neste processo, você aprende como alcançar as pessoas que teriam uma maior probabilidade de comprar seus produtos.

Um plano de marketing sólido para pequenas empresas também deve discutir o seu orçamento e como você está atingindo cada uma das metas de marketing.

Gastar sem um planejamento prévio é uma forma fácil de aumentar as despesas sem saber se seus esforços de marketing estão dando frutos.

Defina o seu mercado

Os clientes são uma parte vital da sua empresa. Se você sabe o que é importante para eles, você pode sempre aparecer com novas soluções que correspondam às suas necessidades.

Identifique o seu mercado ao pensar nos problemas que o seu produto resolve, como:

  • O que faz o seu produto único?
  • Como ele melhora as vidas dos seus clientes?

Por exemplo, os jardineiros não apenas mantêm a grama saudável. Eles criam um ambiente atrativo, deixando os clientes orgulhosos da propriedade. Eles também tomam conta de coisas que os clientes preferem não fazer.

Descubra em que nichos focar. Seus clientes possuem uma ampla variedade de necessidades, e seus estilos de vida afetam o que eles compram. Dez pessoas podem comprar o mesmo produto por razões completamente diferentes.

Alguns clientes fazem compras regulares, enquanto outros compram de vez em quando. Já outros clientes estão dispostos a pagar os seus preços e alguns apenas procuram por descontos.

Aprenda tudo sobre os seus clientes

Provavelmente, você coleta informações sobre os seus clientes a cada vez que eles entram em contato contigo ou compram alguma coisa. Você então aprende:

  • Quanto eles gastam em um produto
  • Porque eles compram mais ou menos a depender da época do ano

Quando você lida com problemas de serviço do cliente, você pode até mesmo aprender como os clientes usam um produto ou o que eles não gostam sobre ele.

Esse tipo de informação que você coleta sobre os hábitos de compra do cliente é conhecido como dados de venda. Todos esses dados te ajudam a entender seus clientes e se tornar melhor em fazer uma venda.

Clientes fiéis irão fornecer 50 a 80 por cento da sua receita. Você pode usar dados de vendas para descobrir que traços seus clientes fiéis têm em comum. Se você vende para os consumidores, comece com traços como:

  • Idade
  • Sexo
  • Hobbies
  • Trabalho
  • Estado Civil
  • Renda

Mercados consumidores envolvem trabalhar com o público. Pense nas lojas de roupas onde você compra ou no encanador que você chama para consertar seu chuveiro. Se você vende para outras empresas, foque em traços como receita anual, número de empregados e indústrias de serviço.

Saiba a situação do seu marketing

Prepare-se para o sucesso ao preparar-se para problemas que poderiam afetar quão bem seus produtos vendem. Crie um perfil detalhado de condições fundamentais, incluindo:

  • Uma descrição de cada uma das suas linhas de produto
  • Um resumo do seu volume de vendas no passado
  • Seu alcance geográfico
  • A quantidade anual de pessoas que compram o tipo de produtos que você vende
  • Faixas de preço de produtos em sua indústria
  • Seus métodos primários de vendas e distribuição

Conheça a sua concorrência para decidir como você pode dar aos seus clientes uma melhor experiência. Você pode ler sites de reviews ou fazer pesquisas com pessoas na sua área para descobrir o que eles não gostam em seus concorrentes.

Pense sobre os produtos e serviços que os seus maiores competidores oferecem. Eles fornecem recursos que fazem os produtos deles mais atrativos que os seus? Preste atenção nas estratégias de preços e branding que ajudam outras empresas a se destacar.

Faça uma lista de todas as ameaças e oportunidades

Olhe para o mercado como um todo, anote quaisquer tendências que poderiam ameaçar o seu negócio. Isso pode incluir:

  • Clientes infelizes
  • Expansões de concorrentes
  • Problemas de recursos
  • Carência de funcionários

Planejar-se para os obstáculos antecipadamente pode te ajudar a chegar a uma solução que não afetará o seu negócio.

Assim como os concorrentes, você também possui vantagens que fazem o seu negócio se destacar. Pense nos tipos de clientes que você poderia oferecer novos negócios.

Agora, pense nessas duas perguntas:

  • Você pode adicionar um serviço de baixo custo para alcançar mais clientes?
  • Você possui mais experiência do que é o comum em sua área?

Associações comerciais ou câmaras de comércio são bons lugares para obter informações sobre tendências de negócio locais.

Experimente estudar oportunidades que poderiam te colocar a frente da competição. Você pode negociar melhores contratos com os fornecedores? Pode fazer parceria com uma empresa que vende produtos relacionados?

Planeje a sua estratégia de marketing

Uma estratégia forte começa com a descrição de canais de marketing que você já usa e suas metas futuras. Um canal de marketing é a forma de comunicação que você usa para tornar os produtos disponíveis para compradores.

Alguns canais de marketing bastante comuns são:

  • Redes sociais
  • E-mail
  • Mala direta

Se possível, anote o número de leads que você alcançou através de cada canal. Leads são clientes que foram prospectados. Alguns leads se transformam em uma ótima fonte de negócios, enquanto outras podem ser o fim da estrada.

Para encontrar novas leads, imagine onde seus clientes vão para obter informações. Eles pesquisam online? Pedem orçamentos por telefone? Visualizam seu conteúdo nas redes sociais?

Seja realista com as suas metas! Baseado em seus números passados, escreva uma lista de objetivos que você quer alcançar. Normalmente, se você consegue 50 clientes interessados por mês do Linkedln, comece a pensar em 75. Outros alvos para crescimento podem incluir:

  • Receita
  • Assinantes de newsletter por e-mail
  • Indicações de clientes
  • Volume de compras ou quantia por cliente

Planeje pesquisar novos métodos de marketing. Proprietários de pequenas empresas estão sempre tão ocupados que eles miram apenas um ou dois canais, mesmo se eles não funcionam.

Por exemplo, 16 por cento das pequenas empresas não criam nenhum conteúdo para compartilhar com os clientes. Blogs, vídeos, e-books, relatórios, e-mails e publicações nas redes sociais são tipos de conteúdo.

Criar conteúdo permite que você mostre credibilidade com um proprietário de empresa. Ele também te ajuda a conhecer pessoas que, de outra forma, nunca saberiam sobre o seu negócio. Então, comece a criar conteúdo hoje mesmo!

Meça o seu desempenho

Um plano de marketing não possui valor se você não acompanha o seu progresso. No Relatório de Tendências de Marketing para Pequenas Empresas de 2017 da Infusionsoft, 47% dos proprietários disseram que não sabem se as estratégias de marketing que aplicam funcionam. Outros 10% disseram que seus esforços são completamente ineficazes.

Mensurar o seu desempenho te permite ver o impacto dos seus esforços claramente. Seus clientes fiéis são um ótimo recurso para medir seu plano de marketing. Responda perguntas fundamentais sobre as atividades da sua empresa. Aqui estão alguns exemplos comuns:

  • Em média, quantos clientes interessados você consegue antes de fazer uma venda?
  • Quantas vezes você se comunica com um cliente antes de fazer uma venda?
  • Com que frequência os clientes repetem uma compra?
  • Quais os canais de marketing que levam a mais clientes fiéis?
  • Que tipos de conteúdo mantêm os clientes interessados em sua empresa?
  • Quantas visitas ao seu site você consegue a cada mês?
  • Que fatores fazem um cliente escolher não comprar o seu produto?
  • Quais canais de marketing possuem o melhor custo benefício?

Aprenda enquanto você está trabalhando

Nenhuma estratégia de marketing é perfeita. Você aprende mais sobre a sua empresa e clientes ao longo do caminho, e isso é muito bom.

Obter dados que são específicos do seu negócio e clientes te ajuda a refinar seus esforços. Em muitos casos, um plano de marketing para pequenas empresas precisa ser revisado quando você identifica novos objetivos ou conflitos.

A coisa mais importante é guardar fundos suficientes para cobrir suas metas de marketing. Assim que você souber as estratégias que quer usar, você pode pesquisar custos e certificar-se de não gastar seu orçamento rápido demais.